top of page
  • G1

Casal apaixonado pelo Flamengo batiza o filho de Gabriel Henrique de Arrascaeta

Bebê nasceu no dia 14 de janeiro de 2023 e ganhou fama na maternidade e nas ruas do bairro da Penha, onde mora.

Foto: Reprodução

Dizer que a paixão pelo Flamengo envolve a família Vasconcelos, do Rio, não é apenas uma força de expressão. O pai, Leandro Vasconcelos, de 30 anos, carrega esse nome em homenagem ao jogador José Leandro de Souza Ferreira, o Peixe-frito, que atuou no time rubro-negro na década de 1980. A mãe, Rita de Cássia Glória, de 35 anos, jogava bola, e claro, sempre foi fanática pelo Flamengo.


A dupla se apaixonou em janeiro de 2021 e, durante uma brincadeira de namoro, Leandro falou que, se tivesse um filho, colocaria o nome de Gabriel Henrique de Arrascaeta, em homenagem ao trio de jogadores do Flamengo que ajudou o time a conquistar a Libertadores de 2019.

O tempo passou, o romance engatou e a família aumentou. O que era brincadeira virou realidade e no dia 14 de janeiro de 2023 nasceu Gabriel Henrique de Arrascaeta Gloria Vasconcelos.

“Eu tive que ir ao cartório da maternidade autorizar. A pessoa achou que o meu marido estava me enrolando, que eu não sabia do nome. Tive que descer do quarto, ir lá explicar que o nome era esse mesmo, e os dois assinaram um termo sobre o nome”, lembra Rita sobre o primeiro burburinho provocado pelo nome do filho.


Famoso no Instagram

Depois, foi a vez de Arrascaetinha ir parar no perfil do Instagram do secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz. Durante uma visita do secretário ao Instituto Fernando Magalhães, onde o bebê nasceu, ele se encantou pelo pequeno ao achá-lo fofinho e cabeludinho. Mas, ao saber do nome do pequeno rubro-negro, fez questão de tirar foto e postar nas redes sociais.


“Na maternidade, ele já ficou famoso. Todo mundo só se referia a mim como ‘a mãe do Arrascaeta. Aqui no bairro também já o reconheceram do Instagram, e no posto já sabem quem é ele, quando chega para tomar vacina”, conta Rita, que é moradora da Penha, na Zona Norte do Rio.


Perguntada se torce para que o filho vire jogador de futebol, ela diz que até gostaria, mas não vai influenciar. Já o pai...

“Ele já falou que vai comprar bola para ele chutar assim que aprender a andar, que ensinar o filho a jogar”, diz.

Depois da chegada de Gabriel, o sonho da família é conhecer os atletas do Flamengo, de quem são fãs. "Queríamos muito. Não tem como não ser fã desses caras", diz Leandro.

0 comentário

Commentaires


unnamed (2).jpg
site.jpg
bottom of page