top of page
  • Diário de Arapiraca

Mais de 120 mil alagoanos têm direito à Tarifa Social de Energia mas não se cadastraram

Procedimento pode ser feito de forma simples através dos canais de atendimento da Equatorial Alagoas

Foto: Reprodução

Mais de 120 mil alagoanos de baixa renda pagam o valor cheio da conta de luz porque não se inscreveram na Tarifa Social de Energia Elétrica, apesar de terem direito ao benefício. O número é resultado de um levantamento feito pela Equatorial Alagoas, divulgado nesta quinta-feira (4).


Segundo a empresa, mais de 380 mil clientes cadastrados recebem desconto de até 65% na conta de luz em todo o estado.


O desconto da tarifa social varia de acordo com o consumo mensal de cada família, e varia de 10% a 65%, no limite de consumo de 220 quilowatts-hora (kWh) por mês.


A exceção a isso são as famílias indígenas e quilombolas inscritas no Cadastro Único. Para elas, o desconto é de 100%, até o limite de consumo de 50 kWh/mês.


Quem tem direito à Tarifa Social de Energia Elétrica?


> Famílias inscritas no Cadastro Único com renda familiar per capita menor ou igual a meio salário mínimo (R$ 550);


> Famílias inscritas no Cadastro Único com renda mensal de até 3 salários mínimos (R$ 3.300), que tenham no domicílio portador de doença ou deficiência (física, motora, auditiva, visual, intelectual e múltipla) cujo tratamento, procedimento médico ou terapêutico exija o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica;


> Idosos com 65 anos ou mais ou pessoas com deficiência que recebam o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).


Quem tem direito mas ainda não se cadastrou pode realizar o procedimento através dos seguintes canais:


> telefone: 0800 082 0196 (ligação gratuita);



> WhatsApp: (82) 2126-9200.


Quando entrar em contato, o interessado deve ter em mãos o Número de Identificação Social (NIS) atualizado.

0 comentário

Comments


unnamed (2).jpg
site.jpg
bottom of page