top of page
  • TNH1

ONS prevê que conta de luz seguirá sem taxa extra até o fim do ano

Expectativa é de que país fique com bandeira verde de 16 de abril até 31 de dezembro. Atualmente, bandeira de escassez hídrica está em vigor

Foto: Reprodução

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, afirmou nesta segunda-feira (11/4) que a expectativa do setor é que o Brasil não tenha cobrança extra nas contas de luz até o fim deste ano. A previsão da ONS é de que a bandeira tarifária fique na cor verde até 31 de dezembro.


Na semana passada, o governo federal anunciou que o país adotará a “bandeira verde” na cobrança de luz a partir do próximo sábado, 16 de abril.


Atualmente, o país adota a bandeira de “escassez hídrica”, em vigência desde agosto do ano passado. A bandeira acrescenta custo de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora consumidos.


Quando anunciada, a previsão era de que a atual bandeira permanecesse em vigor até 30 de abril deste ano, mas o governo decidiu antecipar a mudança da tarifa.


No ano passado, o Brasil viveu a pior crise hídrica em 91 anos. As principais bacias hidrográficas que abastecem o país estavam secando em razão do baixo volume de chuvas na região dos reservatórios do Sudeste e Centro-Oeste, que respondem por 70% da geração de energia no Brasil.


Segundo Ciocchi, os níveis dos reservatórios do país estão em “boa condição”. De acordo com dados da ONS divulgados nesse domingo (10/4), os reservatórios estão com os seguintes níveis de armazenamento:


Subsistema Sudeste/Centro-Oeste: 65,14%; Subsistema Sul: 51,68%; Subsistema Nordeste: 97,24%; Subsistema Norte: 98,43%.


“Nós estamos com os reservatórios numa boa condição, e só vamos ter o despacho térmico dentro da ordem de mérito, ou seja, só utilizando as térmicas inflexíveis [que, por contrato, precisam funcionar]. Nessa situação, a tendência, a expectativa de todo o setor elétrico é que a gente passe todo este ano com bandeira verde”, afirmou.

0 comentário

Comments


unnamed (2).jpg
site.jpg
bottom of page