top of page
  • Gazeta Web

Transexual espancada em Santana do Ipanema está em coma; estado de saúde é grave

Grazi segue internada no Hospital de Emergência do Agreste (HGE); dois suspeitos do crime já foram presos

Foto: Reprodução

A transexual espancada na segunda-feira (3), no município de Santana do Ipanema, no interior de Alagoas, segue internada em estado grave no Hospital de Emergência do Agreste (HEA). Erilson, irmão da vítima, afirmou à Gazetaweb que Grazi está em coma.

"Esta lutando pela vida. Infelizmente, a situação dela hoje é grave. O estado dela hoje é em coma. [...] Ela não faleceu. Ela continua viva (sic)", contou o parente, que completa: "Nossa família está de mãos dadas, orando, para que ela saia dessa situação.(sic)"


Grazi foi encontrada espancada dentro de casa. Ela tem 38 anos e é funcionária de um posto de saúde, que fica em Lajeiro Grande. A vítima foi encontrada por colegas de trabalho no chão do quarto. Segundo a Polícia Militar, a vítima apresentava várias lesões no rosto.

O primeiro atendimento foi feito na unidade de saúde onde ela trabalha. Depois, Grazi foi transferida para um hospital em Arapiraca.

SUSPEITOS PRESOS


A Polícia Civil de Alagoas já prendeu dois suspeitos do crime: um jovem de 20 anos e um homem de 30 anos. O primeiro - identificado como Kayque Silva - foi detido nessa terça (3). Em depoimento, ele contou que a vítima lhe devia R$ 900 e que houve uma briga por conta disso. O jovem ainda afirmou que a dívida era porque a mulher trans pagava para ter relações sexuais.


Já o segundo foi detido nesta quarta (5) e confessou o crime. Ele relatou à polícia que Kayque Silva o chamou para cobrar uma suposta dívida, no qual, ele receberia R$ 100 pelo serviço.

0 comentário

Comments


unnamed (2).jpg
site.jpg
bottom of page